sexta-feira, 30 de maio de 2008

O primeiro a mudar de clube...


Uma ocasião histórica: o dia em que o primeiro elemento da "Toada Coimbrã", o Rui Pedro Lucas, mudou de clube, passando-se para os casados com a sua Lina. Fotografia tirada no àtrio da Igreja de S. José, Coimbra. 1990.
O levantamento das solas dos sapatos tem a ver com uma "private joke": um dos elementos do grupo, pela posição que assume em palco mostra permanentemente a sola do seu sapato. Já agora, o amável leitor consegue descobrir qual? Já pensámos utilizar aquele "espaço" para ganhar algum em publicidade mas a ideia não foi avante por isso ir ser provável e justificadamente censurado pelos radicais da Canção de Coimbra.

quinta-feira, 29 de maio de 2008

Fotos do lançamento do fonograma "Baladas da Despedida dos Anos 80"

Mais algumas fotografias relativas ao disco das Baladas de Despedida dos Anos 80, já referenciado neste blog.


Todos os grupos e respectivos elementos que participaram na gravação deste trabalho. Foto da autoria de Baptista, utilizada posteriormente na capa do mesmo.

Grupos: "Grupo de Fados e Canções de Coimbra", "Praxis Nova" e "Grupo de Fados de Coimbra Toada Coimbrã".

Na foto

1ª Fila - Manuel Pêra (GFCC), António Vicente (GFCTC), João Paulo Sousa (GFCTC), José Alberto Rabaça (PN) e Luís Carlos Santos (PN).

2ª Fila - Jorge Mira Marques (GFCTC), João Carlos Oliveira (GFCTC), Paulo Soares (PN), António José Moreira(GFCC) , Henrique Ferrão (GFCC) e José Carlos Ribeiro (GFCC).

3ª Fila (os cantores) - Jorge Cravo (GFCC), Alcides Sá Esteves (GFCTC), Luís Alcoforado (PN) e Rui Pedro Lucas (GFCTC).

A "Toada Coimbrã" durante a apresentação que ocorreu nos claustros do Museu Machado de Castro, em Coimbra.

Fotografia efectuada na recepção que se seguiu e teve lugar na Cantina das Químicas da UC. Nesta foto pode ver-se ainda, além de outros elementos ligados à AAC e Comissão Central da QF, entre o Rui Lucas e o Manuel Pêra, também o Dr. Rui Dias da Silva, insigne cantor de Coimbra. Do lado direito da primeira fila, ao lado de António Vicente, o Dr. Jorge Gomes, ilustre professor de Guitarra de Coimbra e grande responsável pela existência de todos os grupos participantes. Ainda hoje nos perguntamos o que espera a cidade de Coimbra e a sua Academia para fazer uma Homenagem condigna a esta personalidade que tanto deu de si para a perpetuação da etnomusicologia regional da Lusa Atenas.

Refira-se, ainda, mostrando que ele existiu efectivamente, à frente dos retratados um exemplar em vinil do disco em questão.

Versões da Balada de 89... para todos os gostos (VII)



Mais uma versão ... desta vez pelo FêJota.

quarta-feira, 28 de maio de 2008

Versões da Balada de 89... para todos os gostos (VI)



Mais uma versão, desta vez numa benção de Fitas no Convento de Mafra. Agradecemos o envio do link para o livro de visitas do blog. Boa sorte para os novos licenciados.

terça-feira, 27 de maio de 2008

Serenata da Latada 1990

Antes da Serenata, porque depois veio a chuva. Falta nesta foto o Rui Lucas, provável fotógrafo de serviço naquele momento.

Sempre achámos muito curiosas as fotos anterior e posterior, até porque foram feitas durante a execução do mesmo tema. Se repararmos, os instrumentistas estão a fazer exactamente o mesmo, o que igualmente acontece com as posições corporais dos cantores. As únicas diferenças são mesmo as companhias no improvisado palco e sobretudo os guarda-chuvas que nos protegeram da inclemência do tempo e deram uma certa "cor" ao ambiente.
Resta acrescentar que esta serenata teve lugar no "Largo das Mamudas" em frente da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, aliás, provavelmente, na primeira ocasião em que tal acto foi retirado das escadarias da Sé Velha.


segunda-feira, 26 de maio de 2008

quarta-feira, 21 de maio de 2008

Récita de Quintanistas de 1989 - A primeira apresentação pública da Balada de 89

À data uma das manifestações académicas mais queridas da Academia, a Récita de Quintanistas, imediatamente anterior ao início das festividades da Queima das Fitas, sempre foi o palco privilegiado de apresentação das Baladas de Despedida que seriam executadas na Serenata Monumental na semana seguinte. A razão é óbvia: era a ocasião em que se congregavam os quintanistas (finalistas) dos diversos cursos da Universidade de Coimbra, servindo como apresentação e simultaneamente ensaio.
Como indicado no seu nome, além das baladas, são apresentadas rábulas e "sketches", declamações e outros actos de avaliação da vida académica já quase passada. As "vítimas", objecto desses actos, são normalmente autoridades civis ou académicas, em especial os "lentes", ou colegas que proprocionaram especiais condições para esse escárnio e maldizer. Na imagem supra é possível identificar os elementos da Toada Coimbrã, António Vicente e João Paulo Sousa, à época finalistas, que participaram duma dessas rábulas, embora devidamente disfarçados, por não estarem ainda concluídas as aprovações a todas as cadeiras.

A Toada Coimbrã no início da pequena demonstração que precedeu a apresentação da Balada de Despedida.


Sendo uma Balada de Direito, a sua apresentação teve o apoio de um coro formado pelos restantes quintanistas do curso presentes, que, fiéis às suas tradições, e para o acto, não puderam dispensar as tradicionais "cábulas". Devido ao cronograma das festividades apresentam-se ainda como apenas fitados, pois as cartolas e bengalas chegariam apenas no dia do Cortejo, faltava então ainda mais de uma semana.

Temos que reconhecer que o sucesso foi imediato. Resta apenas acrescentar que esta récita teve lugar no Colégio de S. Teotónio na noite de Domingo, 30 de Abril de 1989.



quarta-feira, 14 de maio de 2008

Versões da Balada de 89... para todos os gostos (IV)



E mais uma versão, ainda...
Desta vez o Grupo de Fados de Farmácia da Universidade do Porto. Pelos vistos, a execução decorreu no âmbito dum festival de tunas, o VI Siriphonias, em 2007. Aparentemente, os cantores têm as sugestivas alcunhas de Agripino e Matarruano...

segunda-feira, 12 de maio de 2008

Nota Comemorativa


Iniciado em 22.10.2007, este nosso blog atinge na data de hoje, cerca de seis meses depois, as 5.000 visitas e mais de 11.200 consultas de página. Só podemos ficar orgulhosos, não é?

Versões da Balada de 89... para todos os gostos (II)



Pelos vistos... dá para tudo!
Boa sorte ao intérprete com a declaração de Amor, apesar de desconfiarmos que ela tenha apreciado o pormenor do arregaçar da manga da camisola ou do personalizar da letra.

sexta-feira, 9 de maio de 2008

Dizem de nós... (XIII)


Artigo de opinião publicado no jornal "Nova Guarda" de 30 de Abril de 2008 da autoria de Luís Carlos de Almeida Araújo, Doutorando em Música pela Universidade Nova de Lisboa.

quinta-feira, 8 de maio de 2008

Versões da Balada de 89... para todos os gostos



Vamos tendo conhecimento de várias "roupas" com que a nosso balada tem sido vestida.
Aqui foi utilizada por alguém do IESF de Fafe, para cujos alunos, pelos vistos, tem grande significância.
A "banda sonora" (com algumas gralhas no poema) é de uma gravação algo secreta de uma versão com arranjo da alfacinha "TUIST" (Tuna do Instituto Superior Técnico de Lisboa).

quarta-feira, 7 de maio de 2008

Balada da Despedida do 5º Ano Jurídico 88/89 - A interpretação na Serenata Monumental da Queima das Fitas de 1989

Após múltiplos pedidos aqui disponibilizamos a versão executada na Serenata Monumental da Queima das Fitas de Coimbra de 1989.
Foi a segunda execução pública desta Balada que veio a conhecer grande sucesso depois de ter sido uma semana antes apresentada na Récita de Quintanistas, no Colégio de S. Teotónio, também em Coimbra.
Nota-se bem a juventude da composição do tema que ganhou requinte com o decurso do tempo. Como documento, porém, consideramos este video fundamental na História do grupo Toada Coimbrã.

terça-feira, 6 de maio de 2008

Novo video do Youtube ... Afinal não é só a Balada...



Video da Serenata da Queima das Fitas 2007 de Ciências das Saúde, no Porto.
O grupo, que não é possível identificar, executa "Alta Noite na Sé Velha" de A. D. Lucas e Rui Pedro Lucas.